Palestras de Arnaldo Jabor

Palestras

Capaz de escrever com fluência em estilos variados, o palestrante Arnaldo Jabor mostra-se extremamente habilidoso ao aliar citações eruditas a uma visão crítica da realidade brasileira. É conhecido por aboardar os mais variados temas (cinema, artes, sexualidade, política nacional e internacional, economia, amor, filosofia, preconceito). Suas intervenções “apimentadas” na televisão e em suas colunas lhe renderam admiradores e muitos críticos e o consagraram como um dos melhores palestrantes da atualidade.

Adeus

Resolvi parar porque vou fazer mais um filme (meus inimigos dirão: mais um?)

Nada vem do nada

José 318 falou: ’Um dia, só haverá informações sem homens’. Era 1957 e não se sonhava com internet

Direita, esquerda e realidade

O esquerdista de carteirinha se sente justo e abençoado por um ideal e absolvido por seus erros

A barbárie dos fatos

O mundo está tão louco que as pessoas querem ficar no passado de um futuro que não conhecem

Amor ao fracasso

Assim como o ‘atraso’ sempre foi uma escolha consciente, o ‘abismo’ é um desejo secreto.

A tragicomédia

Em potencial, Trump pode ser a coisa mais grave que nos aconteceu desde Hitler.

O tríduo de momo

Uma nuvem cultural e democrática paira acima desse sarapatel de roubos e mentiras

PERFIS OFICIAIS
NAS REDES SOCIAIS

Siga o Arnaldo Jabor nas redes sociais e acompanhe os seus artigos, vídeos e novidades.

Livros

Amor é prosa, sexo é poesia - Livro de Arnaldo Jabor
Amor é prosa, sexo é poesia
Os textos de Arnaldo Jabor têm o poder de despertar, inquietar, polemizar. Ácidos, líricos, deliciosamente vorazes, estão sempre sintonizados com os assuntos que mexem com a vida dos brasileiros e brasileiras. ’Amor é prosa, sexo é poesia’ reúne suas melhores crônicas sobre nossas o
Eu sei que vou te amar - Livro de Arnaldo Jabor
Eu sei que vou te amar
Traz a história de um casal recém-separado após seis anos de casamento, que marca um reencontro depois de três meses sem se ver. O cenário é o novo apartamento dele. A ansiedade e o estranhamento inicial manifestados em gestos contidos e frases pensadas, vão aos poucos dando lugar a um turbilhã

Filmes

Pindorama - Filme de Arnaldo Jabor
Pindorama
O filme foi realizado no auge da repressão da ditadura militar no Brasil. Foi o primeiro longa-metragem de ficção de Arnaldo Jabor, e foi o representante oficial do Brasil no Festival de Cannes em 1971. O termo Pindorama, na língua geral dos índios, significa terra das árvores altas e, em tupi-guarani, ter
A Suprema Felicidade - Filme de Arnaldo Jabor
A Suprema Felicidade
Rio de Janeiro, 1945. O garoto Paulo, de 8 anos, assiste ao lado dos pais, Marco (Dan Stulbach) e Sofia (Mariana Lima), os festejos pelo fim da 2ª Guerra Mundial. Seu melhor amigo é Cabeção, com quem compartilha a rua e o colégio jesuíta em que estuda. Já na juventude, Paulo precisa lidar com a frustr
DESENVOLVIDO POR CRIAMIX MKT|DZN